Transcription

1. TeilDeutscheGrammatik1. TeilKnappe Erläuterungen für Ausländervon CelsoMelo

EINFÜHRUNG AN DEM KURSDer Hauptzweck dieses Materials ist nicht alle Mangelhaftigkeiten, die dem Schülern zufällig entlang seinemWeg zur Beherrschung der deutschen Sprache begegnen sollen, zu lösen. Es wurde entwickelt, um als eineUnterstützung für autodidaktische Schüler benutzt zu werden, in Zusammenarbeit mit einem guten Wörterbuch undvorzugsweise einem anderen Kurs, dessen Zweck ist dem Schülern das geprochene Deutsch, mit denAlltagsredewendungen und Aussprache, beizubringen. Man kann es auch nicht für ein Grammatikbuch halten, daverschiedene Punkte hinterlassen wurden, denn der Verfasser war der Meinung, sie sollten den Schüler eherverwirren als ihn in Kenntnis setzen. Die Punkte, die hier erforscht werden, hält der Verfasser (als Autodidakt selbst)für sehr nützlich, im Sinne von der Schwierigkeit. Der Schüler soll sich auf das Wörterbuch beziehen, so dass er seineKenntnis in dem Wortschatz erweitern kann, und soll ebenfalls stets in Verbindung mit den verschiedenen Formen derdeutschen Sprache bleiben. Diese Anleitung wird dem Schülern dienlich sein, wenn er Schwierigkeiten findet, derenErklärung man im Wörterbuch nicht finden soll, und die er auch nicht intuitiv verstehen soll. Das ist das Hauptzieldieses Materials, das Sie jetzt zur Hand haben. Nutzen Sie es gut.***Este material não se propõem a cobrir todas as deficiências que por ventura o aluno de alemão encontre emsua jornada rumo ao domínio da língua. Ele foi desenvolvido com o propósito de servir como mero auxílio paraestudante auto-didatas, em conjunto com um dicionário e de preferência um outro curso que se proponha a levar aoaluno a forma falada da língua, com expressões do dia-a-dia e pronúncia. Tão-pouco podemos considerá-lo como umagramática, uma vez que diversos pontos foram deixados de lado, simplesmente por considerar o autor que pudessemantes confundir o aluno que trazer-lhe mais conhecimento. Os pontos explorados aqui são considerados pelo autor,ele próprio um auto-didata, como sendo os de mais utilidade, do ponto de vista de dificuldade. Reporte-se o alunosempre ao dicionário de ordem a aumentar seu conhecimento do léxico e procure o aluno estar sempre em contatocom o alemão em suas variadas formas. Este tutorial será útil à medida que o estudante encontrar questões as quaisnão serão dever do dicionário elucidar, e que tão-pouco podem ser compreendidas naturalmente. Esta é a finalidadeprecípua deste material que agora está em suas mãos.

INHALTI. Teil1. Pronomes pessoais2. Casos gramaticais3. Verbos principais4. Artigos definidos e indefinidos5. Declinação dos artigos6. Preposições7. Pronomes possessivos8. Pronomes demonstrativos9. Pronomes interrogativos10. Adjetivos11. Frases negativas12. Advérbios13. Ordem das palavras14. Verbos modais15. Partículas expletivas16. Outros pronomes17. Haver18. Gostar19. Os números20. Plural dos substantivos21. Grau de comparação dos adjetivos22. Genitivo possessivo23. Introdução aos verbos24. Verbos reflexivos25. Compostos da- e wo26. Outros verbos27. Verbos separáveis e inseparáveis28. Passado simples (pretérito)29. O perfeito30. O futuroÜBLICHE ABKÜRZUNGEN / ABREVIAÇÕES DE USO COMUMacc acusativoaux. auxiliarconj. conjugado / conjunçãodat. dativof. femininogen. genitivoinf. infinitivom. masculinon. neutronom. nominativopl. pluralrefl. reflexivousw. und so weiter (etc.)z.B. zum Beispiel (por exemplo)

DEUTSCHE GRAMMATIK - 1. TEIL1. DIE PERSONALPRONOMEN / OS PRONOMES PESSOAISOs pronomes pessoais em alemão não diferem muito dos portugueses quanto ao uso. Veja abaixo quais são e comocorrespondem aos portugueses:ich – eudu – tu / vocêer – elesie – elaes – it*wir – nósihr – vocêssie – eles / elas**Sie – O senhor/A senhora**** Para o pronome pessoal es não há correspondência em português, pois em português não se encontra o gêneroneutro. A usagem desse pronome é semelhante à do pronome pessoal neutro inglês it, pois serve para nos referirmosa seres inanimados, fenômenos naturais ou sujeito indefinido (assim como em “está calo”’).** Em alemão não há distinção no plural para “eles” e “elas”, portanto o pronome sie refere-se aos dois gêneros.*** Esse pronome (sempre escrito com letra maiúscula) é usado como forma de se dirigir a pessoas com as quaisdevemos mostrar respeito e distinção no tratamento. Serve também tanto para homens quanto para mulheres.Antes de prosseguirmos com outros itens da gramática alemã elementar, devemos compreender o que são os casosgramaticais e como se usam.2. GRAMMATISCHE FÄLLE / CASOS GRAMATICAISEm alemão há apenas quatro casos gramaticais. Os nomes (substantivos) em alemão declinam-se com raridade(diversamente do latim ou do russo), porém todos os adjetivos e artigos sofrem flexão. Os casos alemães são: Nominativo: É simplesmente o sujeito da oração. Não se declina propriamente, pois se perguntarmos como é“casa” em alemão, a resposta será o substantivo em sua forma “pura”, Haus, que já está automaticamente nonominativo. Por isso é uma inexatidão dizer-se que um substantivo está no caso nominativo. Acusativo: É o caso regido pela maior parte dos verbos e preposições. Quando em português dizemos “eu vi omenino”, ‘o menino’ está no acusativo, pois a ação de ver foi praticada sobre ele. É o que chamaremos dedeclinação fraca. Dativo: Um menor número dos verbos e das preposições regem o caso dativo. O nome do caso ajuda acompreendê-lo. Vem do verbo latino do, ou seja, o verbo “dar”. Por isso o paradigma desse caso é o verbo dar.Ocorre quando usamos o verbo “dar” em português (assim como outros verbos que pedem a preposição a epara: “Eu dei isto à mulher.”) Genitivo: É o caso da posse, assim como dizemos em português “Isto é da mulher”. Um pequeno número depreposições e nenhum verbo rege este caso.Agora que sabemos muito superficialmente o que são e quais os casos encontrados no alemão, vamos ver seufuncionamento com os pronomes pessoais. Escusamos de apresentar explicação mais aprofundada, pois issoconstituiria pura teorização. O estudante aprenderá sem dificuldade o assunto com o ihnenSieSieIhnen

meingenitivodeinseinihr-unsereuerihrIhrPara que possamos sedimentar esse conhecimento através da construção de frases simples, precisamos antes de tudoconhecer verbos básicos. Após ver a conjugação no tempo presente dos verbos sein (ser, estar) e haben (ter),estaremos aptos a compreender perfeitamente o que são os casos gramaticais e como usá-los corretamente.3. HAUPTVERBEN / VERBOS PRINCIPAISOs verbos mais básicos da língua alemã (e de qualquer língua) são o sein (ser/estar) e o haben (ter). Usando oconhecimento que já temos sobre os pronomes pessoais, tratemos agora de conjugá-los no tempo presente:SEIN (ser / estar)HABEN (ter) (acc)ich bin (eu sou/estou)du bist (você é/está)er ist (ele é/está)sie ist (ela é/está)es ist (é/está)wir sind (nós somos/estamos)ihr seid (vocês são/estão)sie sind (eles são/estão)Sie sind*(O senhor é/está)ich habe (eu tenho)du hast (você tem)er hat (ele tem)sie hat (ela tem)es hat (tem)wir haben (nós temos)ihr habt (vocês têm)sie haben (eles têm)Sie haben* (O senhor tem)* Observe que a conjugação para sie (eles/elas) é a MESMA para Sie (O sr./A sra.). O que distingue os dois na escrita éapenas a letra maiúscula. Na fala, o contexto.Sabemos que o verbo “ser” é de sentido incompleto. Ou seja, se digo “eu sou”, a frase depende de mais outroselementos para enunciar um pensamento lógico. Usemos então agora o verbo haben (ter) para aplicar osconhecimentos recém-apreendidos.Quando digo “eu tenho um amigo”, sabemos que o verbo “ter” aí age sobre “um amigo”. Em alemão, quandoqualquer verbo ou preposição age sobre um pronome, substantivo, adjetivo ou artigo, estes se modificam. Porémcomo saber se tal verbo ou preposição rege o acusativo ou o dativo? A princípio o estudante de alemão não conseguefazer tal distinção (com o tempo este conhecimento se torna tão natural quanto é possível supor), por este motivoindicarei antes de cada verbo e preposição aqui apresentados a marca (acc) quando o verbo/preposição reger o casoacusativo, (dat) quando o verbo/preposição reger o caso dativo e (gen) quando a preposição reger o genitivo. Estamarcação o aluno encontrará também nos bons dicionários.Vê-se acima que o verbo haben (ter) rege o caso acusativo. Dito isto, somos perfeitamente aptos a formular asimplicíssima frase “eu tenho você” em corretíssimo alemão:Eu – ichtenho – habe (atentar sempre para a correta conjugação de acordo com cada pronome)você – dich (impensadamente poderia o estudante dizer “ich habe du”. Tal desatenção acarretaria em erro tão grandecomo se se dissesse “eu tenho tu” em português. Para evitar erros desse tipo, o estudante deve sempre identificarqual caso é pedido pelo verbo/preposição e depois como o pronome/artigo/adjetivo se modifica de acordo comaquele caso.) Ich habe dich.Da mesma forma podemos formar a frase acima com todos os outros pronomes, assim:Eu tenho-o (em bom português brasileiro, eu tenho ele) - Ich habe ihn.Eu tenho-a (em bom português brasileiro, eu tenho ela) - Ich habe sie.Eu tenho isto/isso - ich habe es.Eu tenho-nos (em bom português brasileiro, eu nos tenho) - Ich habe uns.Eu tenho vocês - Ich habe euch.

Eu tenho-os/-as (em bom português brasileiro, eu tenho eles/elas) - Ich habe sie.Eu tenho o sr./a sra. - Ich habe Sie.Tendo em mente o conceito dos casos um pouco melhor apreendido, podemos agora entender o complexo quadrodas declinações dos artigos definidos e indefinidos.4. BESTIMMTE UND UNBESTIMMTE ARTIKEL / ARTIGOS DEFINIDOS E INDEFINIDOSSabemos em português quais são os artigos definidos (o, a, os, as) e indefinidos (um, uma, uns, umas). Em alemão,como já vimos, temos três, e não apenas dois, gêneros gramaticais: o masculino, o feminino e o neutro. À parte estedetalhe, nada difere no uso dos artigos portugueses e alemães. Vejamos primeiramente quais são e depois veremossua declinação segundo os casos:DER – é o artigo definido masculino. Usado para os nomes masculinos, como ‘der Hund’ (o cão).DIE – é o artigo definido feminino. Usado para os nomes femininos, como ‘die Milch’ (o leite)DAS – é o artigo definido neutro. Usado para os nomes neutros, como ‘das Haus’ (a casa)DIE – é o artigo definido no plural para qualquer gênero, ou seja, não importa qual gênero a palavra seja no singular,no plural usa-se sempre o DIE, como em ‘die Häuser’ (as casas), ‘die Hünde’ (os cães) e ‘die Frauen’ (as mulheres).Em alemão não há propriamente como saber a que gênero pertence determinado substantivo, a não ser por poucasregras que não dão conta de todo o léxico. A princípio é natural o estudante ter a sensação de que jamais saberá qualartigo pôr em qual substantivo, porém a sensação é puramente ilusória, pois à medida que ele usa bons dicionários(que sempre indicam o gênero da palavra apresentada), seu cérebro liga naturalmente as duas coisas, tornando fácil aidentificação posterior. Aqui sempre serão indicados os artigos para cada nome.Os artigos indefinidos são estes:EIN – artigo indefinido masculino e neutro, como em ‘ein Hund’ (um cão) e ‘ein Haus’ (uma casa)EINE – artigo indefinido feminino, como em ‘eine Frau’.Antes de prosseguir para a tabela de declinação dos artigos definidos e indefinidos, vejamos um pequeno vocabulário,organizado de forma a deixar claro a qual gênero cada palavra pertence. Note que TODOS OS SUBSTANTIVOS alemãessão escritos com letra maiúscula, não importa em que ordem na frase ele venha!WORTSCHATZ / Vocabulário das Buch – o livrodas Haus – a casadas Lied – a cançãodas Mädchen – a garotader Freund – o amigoder Himmel – o céuder Junge – o garotoder Kuss – o beijoder Vater – o paider Vogel – o pássarodie Liebe – o amordie Lust – a vontadedie Mutter – a mãedie Sprache – a línguadie Zärtlichkeit – a ternura

5. ARTIKELDEKLINATIONSTABELLE / TABELA DE DECLINAÇÃO DOS neinemeinesdie (plural)diedenderAcima está o motivo pelo qual a grande parte das pessoas são incapazes (por limitação mental ou preguiça, a últimabem mais freqüente) de aprender alemão. De fato a declinação alemã apresenta conceitos totalmente novos parapessoas cujo conhecimento lingüístico resume-se a algumas palavras inglesas ou espanholas. O estudante deve deterse no assunto por alguns meses para dominar perfeitamente a declinação. Depois de dominado este assunto, não hánada que o estudante não possa realizar com seus estudos. Antes de pôr em prática os conceitos ensinados, vejamosa conjugação de um verbo alemão que rege o caso dativo e mais um que rege o acusativo:HELFEN (ajudar) (dat)SEHEN (ver) (acc)ich helfedu hilfster hilftwir helfenihr helftsie helfenSie helfenich sehedu siehster siehtwir sehenihr sehtsie sehenSie sehenSendo helfen um verbo que rege o dativo, então a frase “eu a ajudo” ficaria em alemão:Eu – ichajudo – helfe(a) ela – ihr (‘ihr’ é a forma do pronome ‘sie’ no dativo)Ich helfe ihr.Usemos agora os artigos definidos e indefinidos:Eu tenho um amigo - Ich habe einen Freund. (Freund é masculino, o verbo ‘sehen’ rege o acusativo, ‘ein’ masculinono acusativo é ‘einen’.Eu vejo a casa - Ich sehe das Haus. (Haus é neutro, o verbo ‘sehen’ rege o acusativo, ‘das’ no acusativo permanece‘das’)Eu ajudo a garota - Ich helfe dem Mädchen (Mädchen é neutro, o verbo ‘helfen’ rege o dativo, ’das’ no dativo vira‘dem’)Eu vejo um pássaro - Ich sehe einen Vogel (Vogel é masculino, ‘sehen’ rege acusativo, ‘ein’ masculino no acusativo é‘einen’.Eu tenho uma mãe - Ich habe eine Mutter (Mutter é feminino, ‘haben’ rege acusativo, ‘eine’ no acusativo é ‘eine’.)É basicamente devido a essas bobas regras que dizem ser o alemão uma língua difícil. Qualquer estudante com 3meses de estudo percebe a insipiência de quem profere tais asneiras. É preciso apenas prática diária. E só.6. PRÄPOSITIONEN / PREPOSIÇÕESComo os verbos, as preposições regem determinados casos. Nos bons dicionários vem sempre indicado qual casocerta preposição rege. Abaixo estão listadas as principais preposições de acordo com o caso que regem:

Preposiçoes que regem o acusativo:durch (através de)für (para)gegen (contra)ohne (sem)um (cerca de, ao redor)z.B. durch mich, durch ihnz.B. für dich, für mich, für ihn, für unsz.B. gegen ihn, gegen uns, gegen euchz.B. ohne dich, ohne mich, ohne ihn, ohne sie, ohne unsz.B. um mich, um ihnPreposições que regem o dativo:aus (fora de, de)außer (além de)bei (com, junto de)gegenüber (oposto a)mit (com)nach (depois de)seit (desde)von (de)zu (para)z.B. aus mir, aus ihm, aus ihr, aus unsz.B. außer mir, außer ihr, außer uns, außer ihnenz.B. bei mir, bei ihr, bei ihnen, bei dirz.B. gegenüber mir, gegenüber dir usw.z.B. mit, mit dir, mit ihr, mir ihnenz.B. nach mir, nach dir, nach ihnenz.B. –z.B. von mir, von dir, von ihr, von uns, von Ihnenz.B. zu mir, zu ihr, zu dirPreposições que regem o genitivo:außerhalb (no exterior de) z.B. –innerhalb (no interior de) z.B. –statt (ao invés de)z.B. stattdessen [ao invés disso]trotz (apesar de)z.B. trotzdem [apesar disso]während (durante)z.B. währenddessen [enquanto isso]wegen (por causa de)z.B. deswegen [por isso, por causa disso, por esse motivo]Preposições que regem o acusativo e o dativo:Aqui surge uma dúvida: como vou saber então qual caso usar para as seguintes preposições? É simples. É apenasquestão de saber se queremos exprimir uma noção de localização ou de movimento. Limitemo-nos a listar aspreposições e mais tarde entenderemos como usá-las. Todas estas preposições indicam localização por excelência.in (em, para)auf (para, em)an (para, em)hinter (atrás de, para trás de)neben (junto de, para junto de)zwischen (entre, para entre)über (sobre, para cima de)unter (sob, para debaixo de)vor (antes de, em frente de, para a frente de)7. POSSESSIVPRONOMEN / PRONOMES POSSESSIVOSOs pronomes possessivos também se declinam em alemão.ich – mein (meu)du – dein (teu)er – sein (seu/dele)sie – ihr (seu/dela)wir – unser (nosso)ihr – euer (de vocês)sie – ihr (seu/deles)

Sie – Ihr (do erE assim com todos os outros pronomes. Basicamente basta adicionar as terminações ao pronome, portanto efeitomais completo terá se virmos as m-espl-e-e-en-erCom meu pai - Mit meinem Vater.Com minha mãe - Mit meiner Mutter.Sem você - Ohne dich.Com você - Mit dir.A nosso amigo - Zu unserem Freund.Contra o pai dela - Gegen ihren Vater.3 Passos para dominar a declinação alemã:1. Identificar qual caso a preposição ou o verbo rege.2. Ver na tabela como o adjetivo/artigo/pronome vai ser modificado naquele caso.3. Declinar corretamente.É de admitir que no começo esse processo rende algum trabalho ao estudante. Porém uma vez que ele decora adeclinação, não há nenhum limite para seu progresso nos estudos do alemão.8. DEMONSTRATIVPRONOMEN / PRONOMES DEMONSTRATIVOSOs pronomes demonstrativos em português são aqueles usados para se referir a determinado objeto do diálogo,esteja ele perto dos interlocutores ou não. Em alemão, os pronomes demonstrativos também se declinam, porémuma vez que a flexão alemã é altamente regular, o estudante não encontra nova dificuldade para decorar estas. Ospronomes demonstrativos alemães são os seguintes:dies*, diese, dieser, dieses (este, para objetos dieserjener, jene, jenes (aquele, para objetos ediesediesendieser

enesjenemjenespluraljenejenejenenjenerDessa foma, para dizer “este garoto”, sabendo-se que Junge (garoto) é um substantivo masculino em alemão,escreveremos dieser Junge, que é o pronome mais a devida terminação, nesse caso singular masculino no nominativo.“Aquela casa”, sabendo que Haus (casa) em alemão é neutro, escreveríamos jenes Haus. Essa é a importância primeirade se saber os gêneros dos substantivos, pois sem esse conhecimento não podemos nunca avançar na gramática,assim como fazem um bom número dos estudantes de alemão.* dies é a forma neutra desse pronome. Equivale ao português “isso, isto”.9. INTERROGATIVPRONOMEN / PRONOMES INTERROGATIVOSAqui terminamos a parte dos pronomes, e tendo concluído este processo já podemos nos considerar a largos passosdo início. Achei prudente começar com os assuntos mais evitados pelos estudantes de fraca inteligência, dessa formatodo o resto do processo parecerá mais prazeroso e simples. Os pronomes interrogativos seguem a mesma lógica dosportugueses (quem, qual, onde.) e não são declináveis, à exceção de dois, que veremos ?Welcher?*Was für ein?**Wessen?(O quê?)(Quando?)(Onde?)(Quem?)(Como?, De que forma?)(Para onde? Aonde?)(De onde?)(Por que?)(Por que? Como assim?)(Qual?)(Que tipo de?)(De quem?)* Wer tem declinação parecida com a do artigo masculino DER. Assim, se um verbo age sobre este pronome emparticular, ele se declinará. Z.B. “Quem você vê?” Sehen (ver) rege acusativo, portanto Wen siehst du?. “A quem vocêajuda?” Helfen (ajudar) rege o dativo, portanto Wem hilfst du?. Vale o mesmo para welcher.** Apesar de ter uma preposição, esta não se declina, logo: Was für ein Mann? (Que tipo de homem?). Was für einHaus? (Que tipo de casa?). Mas, Was für eine Frau? (Que tipo de mulher?). Was für ein tem também sentidoexclamativo: Was für ein Auto! (Mas que carro!)10. ADJEKTIVEN / ADJETIVOSChegamos à parte mais complexa da gramática alemã no que se refere à declinação. De fato saber declinar umadjetivo corretamente requer tempo e esforço por parte de quem estuda a língua. Por esse motivo, serão apenasapresentadas as regras para consulta ao longo de todo o curso. Dos 20% dos estudantes que continuam até esseponto, 10% não consegue aprender este capítulo satisfatoriamente, e acabam por se tornar péssimos exemplos defalta de atenção e desleixo. O estudante que decora a tabela abaixo, juntamente com as outras apresentadas, e écapaz de usar os conceitos corretamente em frases não tão complexas, certamente causará surpresa em um falantenativo ou um estudante em nível avançado.Os adjetivos alemães dividem-se em duas partes, de acordo com a forma em que é usado na frase. Vejamos os trêscasos:

Caso 1: Quando o adjetivo é antecedido de um artigo DEFINIDO. Caso 2: Quando o adjetivo é antecedido de um artigo INDEFINIDO. Caso 3: Quando o adjetivo não é antecedido de artigo algum (sozinho na frase).Há um consolo para o estudante: Quando o adjetivo alemão vem em última posição na frase (adjetivo predicativo),logo após o verbo que o classifica (como em “O garoto é azul”), ele não sofre declinação alguma (Der Junge ist blau).Tomemos como exemplo para declinação um adjetivo simples qualquer, como klein (pequeno). Vejamos como ele secomporta nos 3 diferentes casos:Caso 1: antecedido por um artigo definido. Como dizemos em ‘O garoto pequeno’. Chamada declinação inenkleinenkleinenkleinenCaso 2: antecedido de um artigo indefinido. Como em ‘Um garoto pequeno’. Chamada declinação nenkleinenneutrokleineskleineskleinenkleinenCaso 3: antecedido por nada, como em ‘pequeno -Observe que quando usamos os artigos definidos (DER, DIE, DAS e DIE), por os próprios artigos indicarem o gênero dosubstantivo, os adjetivos não mostram a terminação característica de seu gênero (kleine, kleine, kleine.). Porémquando usamos os indefinidos (EIN, EINE), por falta de especificação de a qual gênero pertencem os nomes, osadjetivos recebem a terminação de seu gênero (kleinER, kleinE, kleinES, kleinE). Boa parte da gramática alemã gira emtorno do gênero dos substantivos, por esse motivo devemos aprender de cor o artigo de cada palavra. Se tiver àprocura dum vocábulo em algum livro ou na Internet, como por exemplo “igreja”, e achar somente Kirche, feche olivro imediatamente e procure no dicionário, onde prudentemente estará escrito die Kirche, ou Kirche [f.] indicandoque o nome é feminino. É de extrema importância decorar o artigo junto com o nome.11. NEGATIVE SÄTZE / FRASES NEGATIVASHá duas formas distintas de se formar uma frase negativa em alemão:Forma 1 [kein]: Usado quando o nome não é precedido por artigo nenhum ou precedido de um artigo indefinido.Forma 2 [nicht]: Usado quando o nome é precedido por um artigo definido ou pronome possessivo.Dessa forma, é como se o kein fosse o exato contrário do ein (e de fato o é). Imaginemos assim que o K tem valornegativo:Ich habe einen Freund. (Eu tenho um amigo)Ich habe keinen Freund. (Eu não tenho nenhum amigo)

Não poderíamos jamais numa frase como esta dizer: Ich habe nicht einen Freund (a não ser fosse o caso Ich habe nichteinen Freund, sondern., ou seja, uma frase com complemento). Do mesmo modo, para conceitos inumeráveis, comodinheiro, usamos também o kein: Sie hat kein Geld! (Jamais “Sie hat nicht Geld”).obs. O kein é declinado da exata mesma forma que o ein.O nicht é usado para todos os outros casos:Meine Mutter ist idiotisch. (Minha mãe é idiota)Meine Mutter ist nicht idiotisch. (Minha mãe não é idiota)Ist das dein Haus?* (Esta é sua casa?)Das ist nicht mein Haus. (Esta não é minha casa.)* Nas frases interrogativas em alemão, o verbo simplesmente troca de posição e vai para o começo da frase, assimcomo em inglês:Du bist schwul. (Você é gay)Bist du schwul? (Você é gay?)Para intensificar uma negação em alemão, basta adicionar a partícula gar antes do nicht ou kein, z.B.: Ich bin gar nichtschwul! (Eu não sou gay mesmo!).Demos um tempo na exposição pura dos tópicos de gramática e vamos à parte geralmente considerada maisinteressante. Seguem uma lista de adjetivos básicos alemães e uma lista de verbos básicos conjugados no tempopresente. Conforme esclarecido, as marcações ao lado dos verbos indicam qual caso ele rege.Wortschatz / Vocabulário [Adjektiven / Adjetivos]gut – bomschlecht – ruimgroß – grande, altoklein – pequeno, baixoschön – bonitohäßlich – feioweit – longenah – pertolaut – alto [som]leise – baixo [som]froh – feliztraurig – tristehell – clarodunkel – escuroklug – inteligentedumm – estúpidoangenehm – agradávelvoll – cheioleer – vaziolang – longokurz – curtoteuer – carobillig – baratonaiv – inocentelangweilig – chato, morosolustig – divertido, engraçadoschwierig – difícilleicht – fácil, leveschwer – pesado, difícilkompliziert – complicadointeressant – interessanteegal – indiferente, blasélangsam – lento, devagarnützlich – útilschwarz – pretoweiß – brancogelb – amareloblau – azulrot – vermelhogrün – verderosa – rosagrau – cinzarichtig – correto, certofalsch – errado, falsopünktlich – pontualwütend – coléricostill – calmoverliebt – apaixonadoungeduldig – impacientefaul – preguiçosofett – gordomager – magroalt – velhoneu – novojung – jovemhübsch – bonita [para mulheres e objetos]heiß – quentekalt – friowarm – morno, quentearm – pobre

SEHEN (ver) [acc]SCHLAFEN (dormir) [-]ESSEN (comer) [acc]ich sehedu siehster siehtwir sehenihr sehtsie/Sie sehenich schlafedu schläfster schläftwir schlafenihr schlaftsie/Sie schlafenich essedu ißter ißtwir essenihr eßtsie/Sie essenTRINKEN (beber) [acc]HÖREN (ouvir) [acc]KOMMEN (vir) [-]ich trinkedu trinkster trinktwir trinkenihr trinktsie/Sie trinkenich höredu hörster hörtwir hörenihr hörtsie/Sie hörenich kommedu kommster kommtwir kommenihr kommtsie/Sie kommenGEHEN (ir) [-]FICKEN (foder) [acc]SINGEN (cantar) [acc]ich gehedu gehster gehtwir gehenihr gehtsie/Sie gehenich fickedu fickster ficktwir fickenihr ficktsie/Sie fickenich singedu singster singtwir singenihr singtsie/Sie singenGEFALLEN (agradar) [dat]LIEBEN (amar) [acc]RAUCHEN (fumar) [acc]ich gefalledu gefällster gefälltwir gefallenihr gefalltsie/Sie gefallenich liebedu liebster liebtwir liebenihr liebtsie/Sie liebenich rauchedu rauchster rauchtwir rauchenihr rauchtsie/Sie rauchen12. ADVERBIEN / ADVÉRBIOSPara prosseguir com assuntos agradáveis e de fácil apreensão, vamos ver agora os advérbos alemães, que por suasimplicidade compensam boa parte das dificuldades da língua. Naturalmente, como em qualquer outra língua indoeuropéia, os advérbios não se declinam em alemão.12.1 Zeitadverbien / Advérbios de tempoheute – hojegestern – ontemvorgestern – antes de ontemmorgen – amanhãübermorgen – depois de amanhãjetzt – agoranun – agoraspäter – mais tardenie – nuncaniemals – nuncairgendwann – alguma vezeines Tages – algum diamanchmal – às vezesein paar Mal – um punhado de vezesfast nie – quase nuncaimmer – semprefast immer – quase sempreoft – freqüentementeselten – raramentealle Jubeljahre – uma vez na vida, muito poucoeinmal – uma vezab und zu – uma vez ou outradann und wann – de vez em quandoeinmal im Leben – uma vez na vidanoch - aindaschon - já

früh – cedospät – tardebald – logo, em brevefrüher – anteriormentelange – há tempovorher – antesvorläufig – por enquantotäglich – diariamentejeden Tag – todos os diasmonatlich – mensalmentejährlich – anualmentevor kurzem – há pouco tempo, agorinhain kurzer Zeit – daqui a poucosporadisch – esporadicamente12.2 Ortsadverbien / Advérbios de lugarhier – aquida – lá, alidort – lá, aída drüben – por alidort drüben – por aí, por alihierher – pra cádahin – pra ládorthin – pra lá, para aíoben – em cimaunten – em baixolinks – à esquerdarechts – à direitaim Ausland – no exteriordraußen – [lá] foradrinnen – [aqui] dentro12.3 Artangaben und andere / Advérbios de modo e outrosDe forma geral, qualquer adjetivo pode ser usado como advérbio em alemão. Ou seja, o adjetivo schnell (rápido),pode virar advérbio de maneira, como na frase Sie schläft schnell. (Ela dorme rápido/rapidamente.).anders – de outra formagern – com prazersehr – muitoauch – tambémfeia.]nur – apenaswenigstens – ao menos, pelo menoswahrscheinlich – provavelmentemöglicherweise – possivelmentevielleicht – talvezbesonders – especialmentesehr – muito [very]ganz – muito, bastanteso – tãoein bißchen – um poucoz.B. Ich bin sehr froh. [Estou muito contente.]z.B. Du bist ganz schön. [Você é muito bonito.]z.B. Ich bin so müde. [Estou tão cansado.]z.B. Sie ist ein bißchen häßlich. [Ela é um poucokein bißschen – nem um poucowirklich – realmentez.B. Es ist wirklich kalt! [Está realmente frio!]außerordentlich – excepcionalmente13. WORTSTELLUNG / POSIÇÃO DAS PALAVRASHá uma particularidade no alemão encontrada em algumas outras línguas, como o islandês e o neerlandês. Ela referese à posição que as palavras ocupam na frase. Muitos se confundem e cometem erros gravíssimos por não achar estetópico de muita importância.Aqui um exemplo de uma frase em ordem normal:Ich aß eine Banane heute. (Eu comi uma banana hoje.)Porém no alemão essa ordem não tem caráter informal, ela provavelmente soaria muito estranha a um ouvido nativo.Como temos na frase um advérbio (heute), a tendência da língua é sempre pô-lo no COMEÇO da frase. Com isso, oadvérbio sempre puxa o verbo para perto de si. Observe esse conceito na prática:Heute aß ich eine Banane. (lit. Hoje comi eu uma banana.)

Em primeiro lugar veio o advérbio, que ‘puxou’ para junto de si o verbo essen. Apesar da grande diferença comrelação à frase portuguesa, a segunda forma soaria perfeitamente norma

Unterstützung für autodidaktische Schüler benutzt zu werden, in Zusammenarbeit mit einem guten Wörterbuch und vorzugsweise einem anderen Kurs, dessen Zweck ist dem Schülern das geprochene Deutsch, mit den Alltagsredewendungen und Aussprache, beizubringen. Man kann es auc